5 formas de uso da tecnologia de biometria facial

Tempo de leitura: 4 minutos

Mulher asiática usando tablet para controle de acesso por biometria facial

A biometria facial é uma tecnologia que faz o reconhecimento do usuário, analisando mais de mil pontos da face e também pode contar com ferramentas de liveness detection para determinar se a imagem foi produzida por um organismo vivo ou não. Isso é feito para combater golpes, como tentativas de fraudar o sistema utilizando imagens ou máscaras que replicam a aparência do usuário cadastrado.

Por causa disso, o reconhecimento facial aumenta a segurança em relação à identificação de pessoas, proporciona agilidade no processo de reconhecimento e ainda oferece a tecnologia contactless. Ou seja, ela evita contatos desnecessários e traz mais proteção para todos, principalmente diante dos impactos da pandemia de coronavírus.

Quer saber de que formas essa tecnologia pode ser usada no dia a dia? Então continue a leitura deste conteúdo e confira 5 aplicações da biometria facial!

1. Controle de acesso físico

O controle de acesso físico é uma medida de segurança importante utilizada para verificar as pessoas que entram em alguns ambientes que precisam ser controlados. Isso pode ser feito por diversos motivos, como para acompanhar a movimentação e ter os dados de quem acessou o espaço, ou como forma de verificar se ela tem as credenciais necessárias para frequentar a área.

O mais comum é que isso seja feito com o uso de cartões, crachás ou processo manuais, apresentando dados para uma pessoa responsável, como o porteiro, para que ele tome as medidas necessárias. O problema é que isso aumenta o risco de fraudes e também exige mais tempo para a conclusão das etapas.

É por isso que a biometria facial se torna uma solução interessante para lugares que ofereçam riscos a terceiros, armazenem itens que exijam segurança (como dinheiro, armas, medicamentos, dados etc.) ou tenham outras características que precisam de um controle sobre quem entra e sai daquele local. Isso vale para empresas, condomínios e outros espaços públicos ou privados.

Outra forma de utilizar essa tecnologia e que tem relação com o controle de acesso é a marcação de ponto dos colaboradores. A biometria com impressão digital já é bastante comum, mas o reconhecimento facial pode ser utilizado para trazer mais proteção e agilidade ao processo.

2. Identificação em ambiente digital

Uma tendência crescente nas empresas é a ampliação dos ambientes digitais, que guardam informações sobre o negócio e contam com ferramentas necessárias para o trabalho. Mas como existem diferentes cargos e funções, é necessário controlar quem tem acesso aos diversos dados e criar formas de identificar todos os usuários.

O uso de login e senha simples é a forma mais comum, porém, também aumenta os riscos de acessos indevidos e vazamentos. Como é preciso investir em segurança da informação e práticas antifraudes, a biometria facial consegue proporcionar maior proteção para sistemas públicos e privados.

Essa tecnologia pode ser usada em sites e aplicativos que exijam a identificação do cliente. Alguns exemplos comuns são os serviços bancários e sites de e-commerce, especialmente quando elas envolvem serviços financeiros que demandam maior proteção contra fraudes. 

Inclusive, vale lembrar que essa ferramenta já é bastante comum em alguns modelos de smartphones, que contam com uma função de desbloqueio por reconhecimento facial que, além de inibirem fraudes, melhoram também a experiência do usuário. No iPhone, o Face ID é utilizado desde 2017, mas já existem ferramentas disponíveis nos celulares de outros modelos também.

3. Comando para ações

Outra aplicação interessante da tecnologia de biometria facial é a implementação de comandos para ações. Ao reconhecer o rosto do usuário, podem ser cadastradas diferentes tipos de mensagem para que o sistema realize uma operação, por exemplo:

  • abrir ou travar portas;
  • acender luzes;
  • emitir alertas.

Nesse caso, o foco é a praticidade, já que automatiza as ações ao reconhecer o usuário, mas também tem relação com a segurança. Por exemplo, a identificação de determinadas pessoas ou terceiros não reconhecidos pode ser o suficiente para emitir alertas sobre riscos e invasões.

Um ponto interessante é que a biometria pode ser integrada a câmeras de longa distância, como aquelas de monitoramento, permitindo uma utilização mais ampla tanto para o comando de ações, quanto ao controle de acesso dos ambientes.

4. Realização de pagamentos

A realização de pagamentos com meios alternativos ao dinheiro e entrega de cartão de crédito ganha cada vez mais espaço, enquanto pode trazer insegurança para os usuários. É certo que o uso da tecnologia ainda é questionado por muitas pessoas preocupadas em relação à aplicação de golpes.

Diante disso, a biometria facial pode ser integrada a diversos meios de pagamento, como forma de validar a identidade do usuário e liberar a transação financeira. Além de aumentar a segurança desse pagamento, por reduzir os riscos de fraudes, a prática ainda beneficia as empresas.

Após qualquer compra, a escolha de meio de pagamento exige tempo. No dinheiro, é preciso indicar o valor e calcular o troco, enquanto o cliente pode demorar um pouco procurando as notas. No cartão, os processos de espera da máquina, inclusão de senha e emissão de comprovantes leva tempo.

Já o pagamento por biometria facial consegue proporcionar mais agilidade. Um sistema de qualidade consegue fazer o reconhecimento em segundos, garantindo a segurança da transação em menor tempo. Com isso, você consegue agilizar atendimentos, evitar filas e deixar os clientes mais satisfeitos. Incrível, não é mesmo?

5. Proteção de lockers

Os lockers públicos ou privados são muito importantes, já que agilizam processos de entrega de produtos aos clientes e permitem o armazenamento de objetos pessoais. Porém, o fechamento com chaves comuns aumenta os riscos de violação desses armários.

Nesse caso, a aplicação da biometria facial é semelhante a que acontece no controle de acessos, a validação do usuário é feita para que o sistema libere a abertura da porta. Você sabia que segurança proporcionada pela ferramenta permite o aumento do uso de lockers nos negócios?

Por exemplo, um comércio pode oferecer as vendas online ou por telefone, separar as mercadorias e deixá-las em um armário trancado. Depois, o usuário se desloca até o local, faz o reconhecimento e retira os produtos. Isso agiliza atendimentos, enquanto também evita filas e aglomerações. Esse pode ser um diferencial incrível para se destacar da concorrência e tornar seu negócio mais moderno e atrativo.

Como você percebeu, a biometria facial tem diversas aplicações no dia a dia das pessoas, então vale a pena investir nessa tecnologia. Para isso, é fundamental contar com uma boa parceria, como a Fullface. Fornecemos produtos para atender a diferentes demandas, afinal, nosso objetivo é estar presente em todos os processos que você precise identificar quem é o usuário.

Achou este conteúdo interessante? Depois de aprender de que forma o reconhecimento facial pode ser utilizado, que tal implementar essa solução? Acesse o site da FullFace e saiba mais sobre os nossos serviços!

Deixe o seu comentário abaixoFechar comentários

Deixe uma resposta