Otimize o controle de acesso físico com a biometria facial

Tempo de leitura: 4 minutos

Descubra como a biometria facial pode ser usada para otimizar o controle de acesso físico e os benefícios que isso proporciona!

Você já pensou em utilizar a biometria facial para otimizar o controle de acesso físico? A pandemia de Covid-19 em 2020 provocou algumas necessidades do mercado e serviu para acelerar a adesão das pessoas a alguns processos tecnológicos.

A necessidade de manter o distanciamento social, assim como as práticas de desinfecção de superfícies, mudou as relações pessoais e a forma como muitas interações são feitas. Nesse cenário, as soluções com tecnologia contactless exercem um papel importante para facilitar as ações realizadas no dia a dia, garantindo a proteção de todos.

A biometria facial é uma das alternativas existentes e que possibilita a aplicação em diversos setores. Neste conteúdo, nós vamos explicar com detalhes como ela funciona e pode ser utilizada no controle de acesso físico em espaços públicos e privados. Confira!

O que é a biometria facial?

Quando se fala em biometria, é comum associar ao reconhecimento da impressão digital. Porém, também é possível fazer isso por meio do reconhecimento facial, pois o rosto humano conta com diversos traços únicos que identificam e diferenciam cada pessoa. Mesmo com as mudanças que acontecem no decorrer do tempo devido ao envelhecimento, algumas características permanecem iguais com o passar do tempo, como:

  • comprimento do nariz;
  • distância entre os olhos;
  • contorno da face;
  • formato dos olhos e do nariz.

E características superficiais não interferem na análise, então não faz diferença ter ou não barba, se maquiar ou fazer uma plástica. Somente quando acontecem mudanças estruturais, como em casos de deslocamento de ossos como o maxilar ou afundamento do crânio é que o sistema precisará ser atualizado.

Por causa disso, a biometria facial tem cada vez mais utilidade no controle de acesso físico, mas também proporciona outras aplicações, como os meios de pagamento, substituindo o uso de dinheiro e cartões. Inclusive, especialistas acreditam na tendência de que a tecnologia substitua identidades, cartões e senhas. Incrível, não é mesmo?

Qual a importância do controle de acesso físico?

O controle de acesso físico é uma medida de segurança importante para espaços públicos e privados. Ele ajuda a manter o controle sobre as pessoas que entram no espaço, podendo ser utilizado como ferramenta para impedir a entrada em áreas restritas e, até mesmo, perigosas.

Por isso, essa é uma ferramenta muito utilizada em empresas, que precisam controlar entrada de funcionários, restringir o acesso de estranhos, proteger espaços e atender outras demandas relacionadas ao monitoramento de ambientes. Isso ocorre em qualquer ramo de atividade, por isso é importante se atualizar em relação ao uso da tecnologia.

Mas a prática não se limita aos negócios, pois também tem algumas aplicações importantes para as pessoas. Por exemplo, os condomínios que contam com portarias e precisam controlar os acessos para a segurança dos moradores também podem contar com a tecnologia, que traz mais tranquilidade e eficiência para esse empreendimento.

O mercado oferece diversas alternativas para isso, como cartões de acesso, crachás, biometria digital e pontos eletrônicos, mas elas envolvem desenvolvimento de documentos e contato. Porém, o reconhecimento facial traz uma tecnologia interessante para otimizar o controle de acesso físico.

Quais são os benefícios do reconhecimento facial?

O reconhecimento facial como medida de controle de acesso físico traz diversos benefícios, então listamos os principais para que você entenda por que vale a pena contar com essa tecnologia. Acompanhe!

Segurança

As características do rosto de cada pessoa é única. Mesmo que existam semelhanças entre indivíduos, alguns pontos vão diferenciá-los. Isso é decodificado pelo sistema para fazer a análise do rosto, que percebe a autenticidade do usuário.

Como não é possível replicar todos os pontos da face, o sistema conta com ferramentas de segurança para garantir que a análise seja feita em organismos vivos, ou seja, uma foto ou vídeo não burlam essa tecnologia, a biometria facial é uma ótima alternativa para a prevenir fraudes de identidade.

Praticidade

O reconhecimento facial pode ser feito com a instalação de câmeras que fazem a detecção automática da imagem do rosto, o que pode acontecer por proximidade ou à distância. O cruzamento dos dados é feito na hora e a liberação é quase instantânea. Ou seja, o acesso é feito de forma mais rápida, sem precisar apresentar documentos ou ter outras ações, além de evitar filas e aglomerações.

Quando já existe um sistema de controle de acesso, é possível encontrar ferramentas de biometria facial que podem ser integradas com  facilidade. Sem dúvidas, isso diminui os impactos da mudança e facilita a adaptação.

Contactless

A necessidade de isolamento social deixou em evidência a importância de ter medidas para evitar contatos desnecessários, já que existe o risco de transmitir doenças. Além disso, cartões e crachás, que são bastante comuns, também podem ser esquecidos e passam por desgastes com o tempo, o que pode trazer alguns erros na leitura e proibir o acesso.

Assim, conseguir realizar o controle sem precisar de contato é uma vantagem muito interessante. O reconhecimento facial detecta os traços do rosto da pessoa para confirmar a identidade, registrando a entrada e liberando o acesso, dependendo das configurações do sistema.

Como implementar o controle de acesso físico com biometria facial?

Se você acredita que o controle de acesso com biometria facial é uma solução interessante, provavelmente quer saber como é possível fazer isso, não é? A dica é encontrar uma empresa que forneça um sistema de qualidade, garantindo a segurança e a praticidade necessárias para ter sucesso com a estratégia.

Uma ótima dica para isso é contar com as soluções da FullFace, uma startup que está no mercado desde 2012, investindo em soluções de identificação pessoal com reconhecimento facial. O sistema desenvolvido mapeia mais de mil pontos no rosto, compreendendo questões como volume de ossos e demais características necessárias.

Tudo é armazenado por meio de dados — uma sequência numérica, sem imagens, como se fosse um ID facial. Isso aumenta a proteção, já que não é possível ter acesso às fotos e registros dos usuários, nem reconstruí-los utilizando os dados acessados, tornando o processo compliance à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

IVision Control

Essa plataforma desenvolvida pela Fullface faz o controle de acesso físico utilizando tecnologia de reconhecimento facial para identificar pessoas. Indicada para locais públicos e privados, a ferramenta é facilmente integrada aos softwares e hardwares necessários para a captura de imagens dos indivíduos.

A identificação é feita em menos de meio segundo, proporcionando todas as vantagens que as empresas precisam: agilidade, praticidade, segurança e confiabilidade no sistema.

Pronto! Agora que você já sabe como a biometria facial pode ser utilizada para otimizar o controle de acesso físico, quais os benefícios que isso proporciona e como implementar essa estratégia, procure ferramentas de qualidade e evolua sua empresa.

Então, este post esclareceu o tema? Quer saber mais sobre como a biometria facial pode ajudar a sua empresa? Acesse agora o site da FullFace e conheça as nossas soluções!

Deixe o seu comentário abaixoFechar comentários

Deixe uma resposta