Categorias
Conteúdo Inovação

Acesso remoto: como manter a rede corporativa segura?

Tempo de leitura: 5 minutos

Se a sua empresa trabalha com acesso remoto, é essencial investir na segurança da rede corporativa. Confira as principais dicas sobre!

Em tempos de crescimento do home office, com uma tendência clara de permanência desse modelo de contratação em muitas empresas, a segurança cibernética da rede corporativa fica em evidência. Isso acontece devido ao aumento de endpoints existentes com o acesso remoto e, consequentemente, das possibilidades de invasão.

Com isso, surge a preocupação sobre como é possível aumentar a segurança na rede corporativa, a fim de proteger as informações empresariais e evitar invasões ou vazamentos.

Se você tem essa dúvida, continue a leitura deste conteúdo e saiba como manter a rede da sua empresa segura ao utilizar o acesso remoto!

Quais são as vantagens do acesso remoto?

Adotar o acesso remoto na empresa, independentemente do trabalho home office, traz diversos benefícios. Quer saber quais são? Olha só!

Mobilidade

Sem dúvidas, a mobilidade é o principal benefício que o acesso remoto proporciona, já que permite que gestores e colaboradores acessem a rede corporativa de qualquer lugar, basta ter um dispositivo, como notebook e uma conexão segura.

Com a adoção desse modelo de trabalho, a equipe consegue otimizar a rotina nos dias em que não precisam comparecer à empresa. Sem longas horas de trânsito e deslocamento fica mais fácil trabalhar tranquilo, com menos estresse e cansaço.

Não podemos esquecer que nas empresas que exigem viagens da equipe, essa tecnologia é ainda mais vantajosa, já que permite ao colaborador o acesso a todos os dados necessários. Não é preciso entrar em contato para solicitar informações e aguardar o retorno do setor responsável.

Redução de despesas

Quando os colaboradores trabalham com o acesso remoto livremente, a empresa pode diminuir despesas relacionadas à infraestrutura. O motivo é simples: se os colaboradores podem realizar suas funções por home office, não é preciso ter o espaço físico para todos.

Normalmente, mesmo que seja necessário que eles compareçam em determinados dias, dá para criar escalas de revezamento e diminuir o espaço necessário para o ambiente. Junto a isso, o número de móveis e equipamentos também é reduzido, assim como os gastos com energia elétrica e outros recursos.

Os trabalhadores também economizam: trabalhando de casa, eles têm menos custos com transporte e alimentação fora de casa, que tem custos mais altos — mesmo com benefícios da empresa, é comum que o empregado precise pagar uma parcela, que é descontada na folha de pagamento. 

Além disso, como eles não precisam investir tempo no deslocamento, colaboradores terão mais tranquilidade na rotina para se dedicar em outras tarefas, como atividades de lazer, estudos ou convivência familiar. 

Suporte de TI

Com a tecnologia de acesso remoto, é possível receber suporte do time de TI sem precisar de deslocamento. Os profissionais conseguem acessar a máquina por meio de ferramentas específicas para fazer diagnósticos e, se o problema for relacionado ao software, também podem realizar todos os reparos necessários.

Isso agiliza a solução de problemas nos computadores da equipe, o que aumenta a produtividade dos colaboradores, já que reduz o tempo de indisponibilidade de sistemas.

Quais são as desvantagens do acesso remoto?

São vários benefícios que o acesso remoto proporciona, porém, também temos algumas desvantagens para apresentar. Confira a seguir.

Vulnerabilidade e segurança

O principal ponto de atenção em relação ao acesso remoto são os riscos em relação ao acesso de terceiros aos dados da empresa, que podem ser potencializados. Assim, é preciso ter ferramentas adequadas para a segurança da informação e no controle de login pelos colaboradores.

Além disso, é preciso atenção redobrada às máquinas que não estão na empresa, o que exige participação dos colaboradores. Se o dispositivo que tenta se conectar estiver infectado por um vírus, por exemplo, os dados da empresa podem ser comprometidos. O sequestro ou o vazamento de informações são riscos que devem ser considerados e combatidos ao implementar essa estratégia.

Confiabilidade da conexão

Os colaboradores precisam contar com uma conexão de qualidade para conseguir manter o acesso aos dados da empresa e realizar o trabalho. Uma internet de qualidade e com boa velocidade tem custos, logo, você precisa avaliar os impactos que isso trará nas despesas do home office para o empregado.

Também existem os riscos de instabilidade no serviço, como quedas da conexão ou indisponibilidade da rede. Por isso, é importante que a empresa procure alternativas que ofereçam mais segurança em relação à continuidade da conexão.

Como manter a rede corporativa segura?

Todas as desvantagens do acesso remoto na rede corporativa podem ser contornados com medidas adotadas pela empresa, principalmente em relação à segurança. Veja as dicas essenciais para fazer isso!

Eduque os colaboradores

O papel dos colaboradores na segurança da rede é indiscutível, já que são eles que terão acesso ao sistema. Portanto, qualquer medida deve começar com a conscientização da equipe a respeito dos riscos existentes e das práticas de proteção que devem ser observadas.

Existem várias opções para isso, sendo que os mais importantes são os treinamentos e as atualizações constantes. Além disso, vale a pena desenvolver materiais e tutoriais de fácil acesso para que os colaboradores esclareçam qualquer dúvida que possa surgir.

Ao liberar a rede corporativa para a equipe, não se esqueça de avaliar as políticas de acesso, com restrições conforme hierarquia e cargos, sempre considerando a confidencialidade das informações e as funções de cada um.

Invista em antivírus e firewalls

Os firewalls são ferramentas importantes para que as informações fiquem seguras, já que barram o acesso por usuários e conteúdos considerados maliciosos. Dessa maneira, eles conseguem aumentar a proteção e a integridade dos dados, além de bloquear sites e atualizar protocolos de segurança automaticamente.

Como eles têm critérios de segurança bem determinados com padrões, se tornam essenciais para o acesso remoto na rede corporativa. Em complemento, os antivírus são ferramentas importantes para ajudar na proteção dos dispositivos em conjunto com o firewall.

Portanto, verifique todos os equipamentos da empresa e equipe, para garantir que eles contem com essas ferramentas. Desktops, notebooks, tablets, smartphones, enfim, qualquer dispositivo que tenha acesso à rede precisa contar com essas medidas de proteção.

Use uma rede virtual privada (VPN)

O acesso remoto é feito pela internet que é uma rede pública, então é importante encontrar formas de aumentar a segurança. O VPN, ou Virtual Private Network, faz exatamente isso ao criar um canal de comunicação privado, transmitindo informações criptografadas que são decodificadas quando chegam ao destino.

Por causa disso, ele proporciona mais privacidade à empresa e segurança para as informações disponíveis na rede. Existem diversos tipos de VPN que podem ser usados, mas a indicação ideal dependerá das necessidades e do perfil do negócio.

Invista na validação de identidade

A validação de identidade dos usuários para liberar o acesso ao sistema é um dos principais pontos de atenção para a segurança da rede corporativa. Aqui, temos uma dica incrível: invista na biometria facial.

Conte com uma plataforma de reconhecimento facial para identificar os usuários nos ambientes digitais e para gerenciar acessos às informações da empresa. Com a tecnologia liveness detection, que identifica que a imagem capturada é de um organismo vivo e não uma reprodução, a rede corporativa ficará mais segura.

O segredo, aqui, é procurar sistemas de qualidade e contar com empresas que sejam referência no mercado para contratar o serviço. Isso tornará a implementação do trabalho remoto na sua empresa muito mais segura e tranquila.

Deu para perceber que o acesso remoto traz benefícios para a empresa, mas também oferece alguns riscos, não é mesmo? Porém, aplicando as medidas de segurança que explicamos neste post, é possível proteger a rede corporativa e todos os dados salvos.

Então, este post esclareceu o assunto? Para ficar por dentro de mais dicas sobre segurança para a sua empresa, siga as nossas páginas nas redes sociais e acompanhe as atualizações. Nos vemos no Instagram e no LinkedIn!

Categorias
Conteúdo Inovação

Contactless: tudo sobre essa tecnologia para pagamentos sem contato físico

Tempo de leitura: 3 minutos

Descubra como funciona a tecnologia Contactless para fazer pagamentos sem contato físico e como isso pode beneficiar a sua empresa!

A tecnologia Contactless ganha cada vez mais espaço na sociedade. Potencializada pelas necessidades de evitar contato físico que surgiram em 2020, a opção já vinha crescendo em 2019 e se tornou uma grande tendência.

Como o próprio nome diz, traduzido para o português, a tecnologia permite a realização de tarefas, como pagamentos, sem contato físico — nada de pegar dinheiro na carteira ou digitar senhas em maquininhas de cartão.

Quer entender como funciona essa forma de pagamento e os benefícios que ela proporciona para as empresas? Então continue a leitura deste post!

Quais são os tipos de pagamentos com tecnologia Contactless?

Entender o conceito de Contactless não é difícil, mas as dúvidas surgem quando se pensa em como isso é colocado em prática. Existem várias maneiras de fazer isso, então listamos as principais para que você entenda as soluções existentes.

Aproximação

A tecnologia por aproximação é comum em celulares e cartões de crédito ou débito. É bem simples o comprador aproxima o smartphone com aplicativo de pagamento, ou um cartão habilitado para essa função de maquininha que faz a leitura dos dados.

Reconhecimento facial

O reconhecimento facial parece cena de filme, ou tecnologia de ponta acessível apenas para poucas pessoas, mas já faz parte da realidade dos consumidores. Com recursos avançados que analisam até mil pontos do rosto do cliente, eles autorizam o pagamento ao reconhecer o usuário.

Extremamente seguro, já que também conta com ferramentas para evitar que fotografias e vídeos possam ser utilizados para fraudar o sistema, ele pode reconhecer o consumidor e realizar a transação automaticamente a partir de câmeras e qualquer tipo de hardware, como celulares, tablets e webcams. Assim, a rapidez no atendimento se torna outra vantagem.

Reconhecimento de voz

Outra forma de utilizar a tecnologia Contactless é pelo reconhecimento de voz, identificando todas as características vocais, como timbre, entonação, intensidade e, até mesmo detalhes importantes como o sotaque. Dessa maneira, logins e senhas escritas também são dispensados para realizar as transações.

Reconhecimento de íris

A íris é a parte do olho responsável pela coloração e pode ser usada como forma de reconhecer a pessoa. Cada indivíduo conta com características específicas na íris, que é formada por diversas fibras musculares, como impressão digital. Dessa maneira, um aplicativo com leitor ótico identifica o consumidor e confirma o pagamento.

QR Code

O QR Code é uma tecnologia bem conhecida, uma imagem é fornecida pelo vendedor e deve ser lida utilizando a câmera do celular do comprador, utilizando programas específicos. Não é tão prático quanto as outras opções como o reconhecimento facial, porém, evita o contato e traz segurança para a transação.

Como é a adesão dos consumidores a esse tipo de pagamento?

De acordo com dados coletados pela Juniper Research, uma empresa especializada em pesquisas de mercado e Business Intelligence, a previsão é que o total de transações feitas com pagamento Contactless no mundo atinja US$ 2 trilhões em 2020. Para 2024, os números indicam que o valor será de US$ 6 trilhões.

Para explicar melhor esse cenário, também temos uma pesquisa feita no Brasil com dados colhidos em janeiro de 2020, ou seja, antes mesmo das medidas de isolamento se tornarem necessárias. A Capterra fez um levantamento demonstrando que 59% dos consumidores já realizaram operações de pagamento por aproximação, enquanto 57% fizeram o pagamento por QR Code.

Quer um dado ainda mais interessante? Metade dos consumidores que informaram não terem utilizado essa forma de pagamento disseram que isso acontece pela falta de oportunidades, pois os estabelecimentos não contavam com máquinas que aceitassem o Contactless. Basicamente, o uso só não é maior porque diversas empresas ainda não investiram nessa solução.

Quais os benefícios de adotar o pagamento Contactless na empresa?

Se você ainda tem dúvidas sobre o uso dos pagamentos Contactless, precisa entender quais são os benefícios que ele pode trazer para o seu negócio, veja só:

  • agilidade no pagamento: eles tornam o pagamento mais rápido, então os processos da empresa se tornam mais ágeis;
  • qualidade do atendimento: a rapidez faz com que os clientes enfrentem menos filas para concluir as compras, então ficam mais satisfeitos;
  • redução de fraudes: essa tecnologia conta com criptografia e diversas proteções, então a sua empresa terá mais segurança ao realizar as transações;
  • democratização dos meios de pagamento: a tecnologia traz novas possibilidades para os consumidores e reduz a manipulação de dinheiro.

Nas opções que contam com biometria como o reconhecimento facial, existe ainda mais segurança, já que não é algo que possa ser replicado por fraudadores. Dessa forma, aproveitar a tecnologia Contactless para pagamentos é uma ótima opção para a sua empresa se destacar no mercado.

Este post esclareceu o assunto? Aproveite para se manter atualizado com outras informações incríveis sobre tecnologia seguindo as nossas redes sociais: Instagram e Linkedin!

Categorias
Conheça a Fullface Conteúdo Inovação

Blog da FULLFace: uma constante troca de conhecimentos

Tempo de leitura: < 1 minuto

 

Boas-vindas ao blog da FULLFace!

Obrigada por estar aqui. Temos certeza que esse é apenas o início de uma relação com muita troca de conhecimento!

Desde 2013, a FULLFace é uma empresa que trabalha com a missão de quebrar paradigmas como interoperabilidade, escalabilidade e eficiência, trazendo uma tecnologia de ponta para o mercado e seus clientes.

Desenvolvemos uma tecnologia de biometria facial capaz de analisar mais de 1024 pontos da estrutura óssea de cada indivíduo. Além disso, esses pontos são convertidos em dados, que não serão disponibilizados para ninguém. 

Privacidade e Segurança são palavras de ordem por aqui!

Você já imaginou poder sair de casa sem precisar levar um objeto indispensável para realizar uma compra, por exemplo, ou não precisar memorizar diferentes senhas? Certamente, é um pensamento interessante!

Aqui, queremos falar sobre tecnologia algo pelo qual somos apaixonados e que está cada dia mais presente em nossas vidas. Olhe ao seu redor. Estamos cercados por este conjunto de métodos, técnicas, processos e habilidades.

Toda semana, vamos disponibilizar um novo conteúdo para que você possa, cada vez mais, fazer parte desse mundo, que envolve a troca de conhecimentos.

Acompanhe os próximos posts!

Se você quiser saber mais sobre a Fullface acesse fullface.com.br

👋